O parto na Itália, tudo o que você precisa saber

Conheça todos os detalhes sobre como ter o seu bebê na Itália

Futuras mamães e futuros papais que querem morar na Itália já vivem em solo italiano não podem deixar de saber como é realizado o parto na Itália.

Afinal, a curiosidade bate quando estamos em uma país estrangeiro e temos que enfrentar uma situação de tamanha importância.

Até porque, visitar a família no Brasil já não é assim tão simples. Ou simplesmente, realizar uma viagem com o pequeno ainda na barriga são situações que narram a realidade de muitos casais. Além, disso há um monte de dúvidas sobre como é ter um filho na Itália assim como o prório pré-natal.

Por isso, decidimos fazer um artigo contanto tudo o que você precisa saber. Este é um assunto extenso, então decidi divídi-lo em mais de uma artigo que conta inclusive a experiência de outras mulheres. Deixo o link no final deste artigo.


“O parto é o momento que precede o encontro mais esperado e feliz do mundo, a tradução do amor mais puro e incondicional que foi crescendo junto com a barriga durante nove meses: o de mãe e filho.”

Amor
parto_na_Italia


Diferenças e peculiaridades sobre o parto na Itália


Depois de descobrir a gravidez e fazer os nove meses do pré-natal na Itália é hora de viver o momento mais esperado pelos pais. O parto na Itália tem algumas diferenças em relação aos que acontecem no Brasil. Assim, resolvi elencar as principais.

  1. Enquanto muitas brasileiras optam logo de cara por fazer uma cesariana, na Itália esta possibilidade é quase inexistente. A cesárea só é escolhida em caso de extrema necessidade.
  2. Um exemplo é quando a mãe já teve outros filhos dessa forma.
  3. Outro caso em que os médicos optam pela cesariana é quando a mulher fica muitas horas em trabalho de parto e não tem dilatação suficiente, deixando mãe e bebê sob algum risco.
  4. Outra disparidade é quanto à relação médico e paciente. Durante toda a gravidez na Itália podem ser diferentes profissionais que acompanham a gestante, mas na hora do parto na Itália, existe a possibilidade de nenhum deles estarem presente.
  5. Então, esta pode ser uma dificuldade para as brasileiras que vão ter um bebê na Itália. No país do samba e do futebol as futuras mamães estão acostumadas a depositar toda a ansiedade e confiança no médico, inclusive na hora do parto. Morar na Italia, porém, como viver em qualquer outro lugar, tem suas vantagens. Geralmente, os médicos são muito preparados.
  6. O parto na Itália na maioria dos casos é grátis em hospitais públicos ou privados que tenham convênio com a saúde pública italiana.
  7. Durante o pré-natal a paciente pode ser atendida por vários obstetras diferentes.
  8. Geralmente as consultas durante o período de pré-natal são feitas no mesmo hospital ou clínica que ela dará a luz.

Portanto

  • Na Itália a mamãe já pode ir conhecendo durante os nove meses de gravidez onde o bebê irá nascer, a estrutura do lugar e os profissionais que trabalham no local.
  • Quando chegar o momento do parto na Itália a grávida será atendida pelos profissionais que estiverem presentes na hora.
  • No entanto, pode acontecer de ser um médico o qual a mamãe jamais viu antes.


Parto na Itália, como fica a situação da criança perante a lei italiana:

Se você mamãe já morar na Itália este é um tópico importante para você. Porque fazer a documentação da criança e até mesmo saber se ele ou ela terá direito a cidadania italiana, são aspectos indispensáveis para os país.

Os casos são variados, então fiz um resumo:

  • No caso do bebê que nasce na Itália, mas tem pai e mãe brasileiros, a cidadania italiana não é adquirida de imediato.  A criança nesta situação é considerada brasileira assim como os pais.
  • Mas, se ela morar na Itália durante toda a vida pode, ao completar 18 anos de idade, solicitar a cidadania italiana. Basta que ela se apresente ao oficial do Estado Civil.
  • É preciso provar, todavia, que a residência daquela pessoa nascida em solo italiano e filha de brasileiros, sempre foi na terra da botinha, sem nenhuma interrupção durante esses 18 anos.
  • Filhos de italianos ou filhos de portadores da cidadania italiana, todavia, conseguem automaticamente a cidadania também.

No que tange crianças, as leis na Itália são mais efetivas e menos burocráticas, isto que dizer que há uma rapidez e facilidade de tramitação, em relação a outros processos.


Como adquirir a dupla cidadania do bebê:

Se você teve o parto na Itália e o seu filho (a) tem pai ou mãe italianos, a criança já nasce italiana. Cidadania italiana adquirida, agora é hora de conseguir a brasileira.

o_parto_na_Italia_tudo_o_que_voce_precisa_saber


Para obter a cidadania brasileira, quando um dos país são brasileiros, é preciso ir até um consulado brasileiro na Itália. Com o documento de nascimento do bebê em mãos, os pais brasileiros conseguem fazer um requerimento para que possam passar a cidadania brasileira para o filho.

Veja o endreço completo do Consulado Geral do Brasil em Roma clique neste link. Já para acessar o endereço do Consulado Geral do Brasil em Milão basta acessar este link.

Depois, para oficializar a dupla cidadania italiana e brasileira do pequeno em documento, é preciso voltar ao Brasil e dirigir-se a um cartório. Desta forma a criança poderá enfim tirar os documentos brasileiros, como identidade, CPF, entre outros.


Curso de pré-parto na Itália:

Assim como ninguém nasce com um manual de como será o momento do parto, no entando é possível ir se preparando para a boa hora da melhor maneira possível.

Por isso, se você morar na Itália saiba que existem cursos de pré-parto pensados especialmente nas mamães e papais e de primeira viagem.

Os próprios hospitais e clínicas, portanto, onde acontecem os nascimentos oferecem estes cursos. São as obstetras que ministram as aulas e passam informações sobre quais devem ser os cuidados durante esses nove meses.

As futuras mamães também podem conhecer o departamento de maternidade onde irão fazer o parto na Itália. Isso ajuda na aproximação da mãe com a equipe que provavelmente irá auxiliá-la no momento do nascimento da criança


O parto na Itália em casa, pode?

o_parto_na_Italia_tudo_o_que_voce_precisa_saber_20

Nem precisa morar na Itália para ter o desejo de realizar o parto em casa. No Brasil esta também já uma opção viável para muitas mulheres.

Quem deseja viver esta experiência de parto na Itália, pode procurar associações de obstetras que realizam esse sonho em domicílio.

Como não se trata de um serviço tradicional, no entanto, é preciso que os futuros papais estejam bem informados sobre se o parto caseiro será totalmente reembolsado ou se apenas uma parte será devolvida pelo sistema de saúde da Itália. Há também a possibilidade de não haver nenhum tipo de reembolso. Neste caso os pais terão que arcar com todas as despesas.

De repente esta pode não ser a opção mais conveniente. Verifique junto ao seu médico.

Como é o momento do parto na Itália no hospital:

Em muitas cidades da Itália os hospitais possibilitam que mulheres que desejarem façam o trabalho de parto em uma banheira. Na região da Toscana, por exemplo, as redes hospitalares oferecem esse serviço. Se você futura mamãe já morar na Itália, esta pode ser uma vantagem.

Portanto, vale lembrar que só o trabalho de parto na Itália pode ser feito desta forma, o parto em si precisa ser do modo tradicional, na cama.

o_parto_na_Italia_tudo_o_que_voce_precisa_saber_12

Ter o trabalho de parto dentro de uma banheira pode trazer muitas vantagens para a mulher nesta hora dolorosa. Além de amenizar a dor, a técnica ajuda a relaxar os músculos e acelera o processo do trabalho de parto.

No caso de uma cesariana, que só é feita quando é realmente necessário, o acompanhante, que geralmente é o pai do bebê, não pode assistir o momento do parto.

Esta diferença, portanto, com o Brasil pode ser algo difícil para os brasileiras na Itália, mas é preciso lembrar que estando em outro país é necessário seguir as regras do lugar, no caso, os costumes dos italianos.

Mais informações importantes:

  1. Outra informação importante é que o sistema de saúde na Itália é bastante eficiente e conta com ótimos profissionais, seja na rede pública ou privada.
  2. No caso da escolha pelo atendimento público o casal precisa fazer a solicitação de todos os exames e consultas de controle para o médico da família – que atende próximo ao local de residência da paciente.
  3. Depois é preciso agendar tudo pelo Sistema de Agendamento do Governo (CUP) da região onde vive.
  4. Quem preferir fazer todo o pré-natal e o parto pela rede privada também será amparado por excelentes profissionais da área da saúde. É importante, todavia, estar ciente de que neste caso o preço de consultas, exames e parto pode sair bem salgado.

O pós-parto na Itália em um hospital:

parto_na_Italia_3

Depois de nove meses de gravidez na Itália, pré-natal e parto na Itália é hora de começar uma nova vida, mas ainda no hospital.

Chegou o momento mais importante de viver na Itália o melhor junto com o seu bebê. Assim como no Brasil é preciso que mãe e filho fiquem alguns dias em observação antes de finalmente irem para casa.

O quarto do pós-parto aonde a mamãe irá se acomodar no hospital é sempre espaçoso, com dois ambientes, cada um com duas camas, e um banheiro no meio. Isto quer dizer que em um único quarto podem ficar até quatro mulheres. Muitas vezes, porém, não há tanta demanda e a mamãe pode ficar sozinha.

Igualmente como em outros países, na Itália nascem poucas crianças. Isso se deve aos fatores econômicos da sociedade moderna. Atualmente no cenário mundial criar um filho está sendo uma tarefa árdua devido as tantas exigências de consumo.

Diferenças

  • Outra diferença de ter um bebê na Itália ao invés de no Brasil é quanto à convivência entre mãe e filho enquanto os dois ainda estão no hospital esperando alta.
  • Dependendo do hospital, o bebê não fica no quarto com a mãe, mas sim no berçário, sob cuidados de profissionais médicos.
  • Portanto, a cada três horas o neném é levado para a mãe dar de mamar. Começando às 6h da manhã, este rodízio entre quarto e berçário vai até a meia noite.
  • Entre meia noite e 6h é dado, no próprio berçário, um complemento para que o pequeno não sinta fome.
  • Além disso, as visitas para a nova mamãe acontecem em dois turnos: manhã e tarde. Portanto, pela manhã a família pode ver e conversar com a mãe, enquanto na parte da tarde só é permitida a entrada do pai da criança e outros filhos do casal, caso tenham.
  • É importante ressaltar que nas visitas só é possível ver a mãe, pois o bebê permanece no berçário.

O dia da alta, como é?

o_parto_na_Italia_tudo_o_que_voce_precisa_saber_10

Sem dúvidas, essa é a hora que todo casal espera. Depois do parto na Itália é hora do momento mais importante e esperado pelos novos papais: voltar para casa com o novo membro da família. A família agora é maior e a vinda desde bebê, vai encher lar de alegria.

Abaixo descrevo como funciona a prassi da alta pós-parto na Itália:

  • No dia da alta de mãe e filho, são feitos vários exames em ambos após a primeira mamada.
  • O procedimento é padrão e visa só liberar os dois depois de ter certeza de que está tudo bem.
  • O médico analisa a cicatriz da mulher, caso tenha, e passa receita de remédios, que geralmente são vitaminas e analgésicos.
  • A partir das 11 horas da manhã o pai do bebê é liberado para entrar.
  • O pai precisa estar levando consigo o certificado de nascimento da criança e um documento de identidade da mãe para que o casal possa levar o pequeno para casa.
  • Por fim, é entregue aos pais uma pasta com todos os exames que o bebê irá precisar fazer nos próximos meses, além de telefones para qualquer emergência ou dúvida.
  • A família também recebe um relatório dos médicos com informações gerais como: tamanho, peso e outras informações do dia do nascimento do pequeno.

Chegou a hora de ira para casa!


Agora é só ir para casa e curtir os próximos anos de vida da nova geração.

Para os papais brasileiros na Itália agora já estão sabendo como funciona o parto. E para as mulheres brasileiras na Itália, eu espero que você futura mamãe tenha aprendido através desse artigo todos os detalhes sobre o parto na Itália.

Arrivederci

Dica bônus

Veja também: como escolher o hospital onde ter o bebê na Itália


Este site é direcionado para Comunidade Brasileira na Itália e no Brasil assim como a todos os falantes de língua portuguêsa, para aqueles que vivem ou estão em viagem ao país. A sua contribuição é muito importante para todos nós. Se você quiser colaborar com a melhoria deste artigo atualizando ou complementando às informações por favor enviar um e-mail com título e link do artigo junto com suas observações para editorial@vivernaitalia.com

Total
0
Shares
0 Like
0 Tweet
0 Pin it
0 Share
0 Share
0 Like
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You May Also Like