O parto na Itália: Como escolher o hospital onde ter o seu bebê

como_escolher_o_hospital_onde_ter_o_seu_bebe
Saiba qual a melhor maternidade para dar a luz ao seu filho.

Você terá o seu parto na Itália, mas como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália? Uma pergunta que todo mamãe que vai morar em terras italianas se faz. Ter um filho é uma das decisões mais importantes na vida de uma mulher.

Por isso mesmo, o momento do nascimento da criança deve ser muito planejado, especialmente quando se vive em outro país. O parto na Itália ainda pode gerar muitas dúvidas em quem é novato na terra da pizza.

Afinal, como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália?

Em primeiro lugar é bom saber que o Ministério da Saúde da Itália pretende suspender as atividades de parto dos centros hospitalares que realizam menos de 500 nascimentos por ano.

A medida visa garantir um bom nível de segurança para os internos. Sabendo-se disto é importante se informar se o local desejado corre esse risco.

Se você já morar na Itália e quer ter um filho veja cada detalhe deste artigo. E caso você pretenda se mudar para o país é importante se informar deste e outros assuntos que o Viver na Itália oferece.

Igualmente como no Brasil, sei que o dilema é grande. Muitas dúvidas passam pela cabeça:

Quem vai ser o médico?

Qual será a maternindade?

Por isso, criei este artigo para ajudar você a como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália.

Conheça todos os aspectos importantes de como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália

Níveis do Departamento de Neonatologia:

como_escolher_o_hospital_onde_ter_o_seu_bebe_

Se você já morar na Italia e não sabe como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália, baseie-se nos níveis dos mesmos. Isto é,  os hospitais possuem o que eles chamam de “livello di neonatologia” (nível de neonatologia). O terceiro nível é o mais elevado, o que não quer dizer que os outros sejam ruins. É preciso saber escolher o melhor para cada tipo de parto.

  • O nível 1 se enquadra nos hospitais que oferecem assistência básica. Estes centros recebem mulheres a partir da 28ª semana de gestação e bebês que nascem com peso a partir de mil gramas.
  • Já o nível 2, por sua vez, está relacionado aos hospitais que têm um nível de atendimento um pouco mais especializado. Nestes ambientes hospitalares há sempre especialistas infantis, além de equipamentos para se obter diagnósticos por imagem, fazer ressonância magnética e outros procedimentos.
  • Por fim, o nível 3 é o mais completo. Os hospitais de nível 3 oferecem assistência específica para casos mais graves, como bebês prematuros ou que tenham algum tipo de problema na hora do parto.
  • Os centros de nível 3 são capacitados para realizar cirurgias de má formação cardíaca congênita, por exemplo. Também contam com aparelhos que auxiliam na respiração do bebê.

ATENÇÃO! Sobre como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália, leva-se em consideração que: quando a mulher apresenta gravidez de risco é aconselhável fazer o parto na Itália em um hospital de nível 3.

Curso de pré-parto na Itália:

como_escolher_o_hospital_onde_ter_o_seu_bebe_1

Sem dúvidas a hora do parto na Itália é a mais importante de toda a gestação. Os preparativos para que este momento seja inesquecível, porém, começam muito antes disso no país. O curso na Itália de pré-parto. Isso também é um ponto a considerar quando ainda não se sabe como escolher o hospital onde ter o seu bebê. O curso na Itália de pré-parto tem o objetivo:

  1. Deixar a mãe mais segura – Isso porque, permite a gestante de conhecer com antecedência o lugar onde o bebê irá nascer pode fazer toda a diferença para a mamãe.
  2. Fazer os pais conhecerem os profissionais de saúde do hospital – Tendo em vista que todo o pré-natal na Itália pode ser acompanhado por vários médicos diferentes, é importante que a gestante conheça a estrutura e os profissionais que trabalham no ambiente onde ela dará a luz. Desta forma a mulher terá mais confiança na equipe, além de se sentir mais à vontade.
  3. Instrução neonatal para homens e mulheres – Para ajudar não só mamães, mas também papais nesta questão, muitas unidades hospitalares do país oferecem cursos de pré-parto onde os papais e mamães podem conhecer tudo.
  4. Informar os procedimentos – Como é dado início ao trabalho de parto, a sala onde tudo acontece, os procedimentos, os documentos necessários para o grande dia e qualquer outra dúvida podem ser esclarecidos nesses encontros.


Para quem vive na Itália, quanto custa o curso pré-parto?

Esses cursos estão disponíveis para todos os tipos de bolso, uma vez que existem os gratuitos e os pagos. Vale lembrar que o curso é dado por profissionais da área de obstetrícia.

Para quem quiser uma referência, o curso da Clínica Casa di Cura Santa Famiglia em Roma é uma boa opção. Para conhecer o site oficial e se informar sobre detalhes do local clique aqui.

Detalhes importantes sobre como escolher o hospital onde ter o seu bebê:

como_escolher_o_hospital_onde_ter_o_seu_bebe_capa

Na Itália o parto tem anestesia? O que é a Epidural:

A epidural é uma anestesia que alivia as dores do trabalho de parto – é o que salva muitas mulheres desse momento incômodo e, algumas vezes, insuportável. Nem todos os hospitais italianos, todavia, a oferecem 24 horas. Esta é uma dica a considerar sobre como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália.

É sabido que as dores não avisam a hora que vão chegar é bom se informar se o hospital a disponibiliza em tempo integral. Claro, existem mulheres brasileiras na Itália que preferem ser naturalistas e ter o parto sem anestesia, tudo depende do que você quer e neste hora resta só escolher a instituição hospitalar que mais se adapta com você.

Presença do pai e visitas familiares na hora do parto e depois:

Como escolher o hospital onde ter o seu bebê? Veja se você poderá receber visitas. Atualmente ter um bebê na Itália e poder contar com a presença do pai da criança na sala de parto já é uma realidade em alguns poucos hospitais. Embora a maioria dos centros, ainda proíbem essa regalia.

Sendo assim, os casais que desejarem ter a presença do futuro papai na hora do parto na Itália precisam procurar unidades que ofereçam esta possibilidade.

Após o parto na Itália os horários de visita, tanto do pai quanto dos demais familiares para ver o bebê, também varia de hospital para hospital.

Enquanto, em algumas clínicas o pai pode ficar no quarto com a mãe em tempo integral, em outros existem horários específicos que precisam ser respeitados.

Alguns hospitais não permitem que o bebê fique no quarto junto com as visitas. Neste caso quem quiser ver o recém-nascido precisa se encaminhar até o berçário e admirar o pequeno através do vidro. Se você já morar na Itália não achará atípico. Se você ainda viver no Brasil, é bom ir se acostumando.


“Nido” ou quarto compartilhado diferenças e similaridades entro o Brasil e a Itália:

Quem for ter bebê na Itália logo vai descobrir que no hospital existem os “nidos” (berçário) e os quartos compartilhados – onde as mães ficam alojadas junto a outras mulheres que também acabaram de dar a luz.

Alguns hospitais não permitem que o bebê fique no quarto com a mãe. Neste caso os pequenos só são levados até a mamãe na hora das mamadas (das 6h da manhã a meia noite). Fora isso, eles ficam nos “nidos” e são cuidados pelos profissionais médicos. Parece estranho não é?

Sobre como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália, vale a pena analisar que outras redes hospitalares. Muitas delas, permitem que a criança fique com a mãe no quarto após o parto na Itália. Sendo assim vale se informar antes de escolher o local onde seu filho irá nascer.

O trabalho de parto na Itália:

Para os papais e mamães que desejam morar na Itália já sabem que o trabalho de parto é o momento mais desconfortável para a grávida. Contrações, dores, incômodos e dificuldade para encontrar uma boa posição pode ser um processo que dura muitas e muitas horas.

Por isso o ideal é que a mulher tenha total liberdade de se movimentar, andar, comer alimentos leves e fazer o que lhe deixar melhor.

Outro ponto a considerar sobre como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália, é se informar se o hospital escolhido para o parto permite que a gestante faça todas essas coisas durante o trabalho de parto.

Alguns centros hospitalares também oferecem a opção de fazer o trabalho de parto dentro de uma banheira. A técnica ajuda a aliviar a dor, estimula os músculos e acelera o processo para o nascimento da criança. Independente de serem mulheres brasileiras na Itália ou não, este serviço é para todas. Obrigatoriamente, a tática é apenas escolher o hospital certo.

Parto normal ou cesariana qual é a melhor escolha?

como_escolher_o_hospital_onde_ter_o_seu_bebe

Os partos na Itália são, em sua maioria, realizados de forma natural, sem intervenção cirúrgica. Além disso, quem trará a criança ao mundo é a equipe que estiver de plantão na hora em que a bolsa estourar, ou seja, não há como saber quem será o médico.

Os procedimentos de cesariana só são indicados quando o bebê ou a mãe estão correndo algum tipo de risco, quando a gestante não consegue dilatação vaginal suficiente ou se a mulher já teve outros filhos de cesariana.

Amamentação:

Ainda sobre como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália, é bom lembrar sobre o tema da amamentação.

como_escolher_o_hospital_onde_ter_o_seu_bebe

Na hora de escolher o hospital também é importante saber se a unidade incentiva amamentação natural ou se é dada uma fórmula de leite em pó para o recém-nascido.

Quem tem o desejo de amamentar o filho, especialmente nas primeiras horas de vida do pequeno, deve procurar os lugares que priorizam o leite materno.

Sim existem muitas unidades neonatais na Itália que oferecem o leite em pó na mamadeira. Então se você faz questão de amamentar seu filho na Itália logo após o nascimento pergunte como funciona no hospital escolhido.

Como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália: público X privado

Futuros papais e futuras mamães que vivem na terra da pizza na hora de saber como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália é necessário considerar as redes. Ou seja, a possibilidade de escolher entre um hospital público e uma clínica privada para o momento do parto. É relevante saber que muitas clínicas pagas têm convênio com o sistema público de saúde do país. Desta forma é possível utilizar os serviços de forma inteiramente gratuita.

Para quem não abre mão de usufruir serviços privados, existem várias clínicas particulares equipadas com ótimos profissionais. Neste caso, porém, vale lembrar que os custos podem sair bem altos.

como_escolher_o_hospital_onde_ter_o_seu_bebe_10

Por fim vale ressaltar que independente da escolha que for feita pelos pais o importante é ter confiança no hospital que trará seu filho ao mundo. Se informar sobre:

  • Quantos partos são realizados por ano;
  • Se a unidade conta com Unidade de Terapia Intensiva Neonatal para qualquer eventualidade ;
  • Certificar-se de que o hospital é próximo da residência da gestante na Itália são questões fundamentais na hora da decisão do pai e da mãe.
  • Ambiente Preparado;
  • Adulto Preparado;
  • Criança Equilibrada.

Naturalmente estressante e rodeado de mistérios, o parto precisa ser o mais confortável possível para a mulher. Isto inclui a presença do pai, a confiança na equipe médica e a liberdade para que ela possa ficar da forma mais à vontade possível.

Após analisar todas as questões importantes sobre como escolher o hospital onde ter o seu bebê na Itália a futura mamãe estará pronta para tomar a decisão certa. Depois disso serão apenas mais alguns dias internada e finalmente mãe e filho vão juntos para casa para começar uma nova vida.

Cada gestação é única, e se não for o primeiro filho, gerará mais confiança na mulher. Por isso em uma eventual segunda (ou terceira, quarta) gravidez, a mãe poderá escolher mais facilmente o melhor hospital para dar a luz.

Se você é uma mulher brasileira na Itália e gosteou desse conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais e mande para suas amigas, juntos podemos ajudar muitas pessoas.

Dica Bônus

Veja também: O parto na Itália, como é?


Este site é direcionado para Comunidade Brasileira na Itália assim como a todos os falantes de língua portuguêsa, para aqueles que vivem ou estão em viagem ao país. A sua contribuição é muito importante para todos nós. Se você quiser colaborar com a melhoria deste artigo atualizando ou complementando às informações por favor enviar um e-mail com título e link do artigo junto com suas observações para editorial@vivernaitalia.com

Lascia un commento

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato. I campi obbligatori sono contrassegnati *

You May Also Like