Saúde na Itália: saiba como funciona e como ter acesso

saude_na_italia

Quando se pensa em morar na Itália é natural se perguntar qual o custo e funcionamento de vários serviços, públicos ou não. Justamente, tenho certeza que a maioria das pessoas ficam curiosas em saber se tudo é melhor, mais barato e etc. E nisso, inclui a curiosidade sobre a saúde na Itália.

E você tá na curiosidade, também?

Um dos serviços mais importantes a se pesquisar quando pensamos em imigrar é o funcionamento da saúde na Itália ou em qualquer país.

Afinal, estamos falando de parte importante da vida das pessoas. Isso porque sem saúde não se trabalha, não se estuda….

Por isso, é um tema que merece atenção especial. E você que morar ou vai morar na Itália pode começar a se inteirar sobre como funciona o sistema italiano para não ser pego de surpresa. Por isso, adiantamos que é bem diferente do que estamos acostumados no Brasil.

Então, hoje falaremos de saúde na Itália. Você vai ficar realmente informado sobre aspectos relacionados ao funcionamento e diferenças.

E para ter um aprofundamento de como funciona o sistema de saúde italiano nos baseamos não só no “universo” das nossas experiências pessoais vividas no território. E sim, caímos em campo e levantamos dados com autoridades e profissionais do setor. Dessa forma, iremos dizer tudo o que ninguém nunca te disse antes.

Foram meses de trabalho para compor estas informações inéditas especialmente para você. Assim te daremos uma melhor visão da realidade.


Como funciona o sistema de saúde na Italiá: semelhanças e diferenças com aquele brasileiro

“Fiquei surpreso ao saber desse tal do ticket, realmente não estava nos meus planos quando decidi morar na Itália” Gabriel Tonini

“Quando fui morar na Itália, achei que a saúde italiana pública funcionava igual a SUS, isto é, é só chegar ou marcar e ser atendido” Camila Ximenez

  1. No Brasil, saúde é motivo de preocupação. Isso porque o sistema único de saúde (SUS) anda sobrecarregado e deixa muito a desejar. Quem tem condições acaba pagando convênio para ter acesso a saúde de forma mais eficaz.
  2. Na Itália existe o Servizio Sanitario Nazionale (SSN), que é similar ao nosso SUS, é possível fazer consultas, exames e tratamentos de forma quase gratuita. Você achou que era gratis? Explicaremos tudo mais abaixo.
  3. Nos hospitais públicos atendimentos médicos, exames e demais procedimentos não são 100% gratuitos. Sim, porque para quase tudo é previsto um pagamento mínimo, ou 50% do valor real. Então, só existe a gratuidade total em algumas outras situações que mostraremos no decorrer deste artigo.
  4. Na Itália existe o médico de família, que é gratuito. Amém! Alguma coisa gratis não é? É ele quem faz o seu encaminhamento para os especialistas da rede pública.
  5. A espera pelo atendimento depende da especialidade, sendo às vezes bem similar ao Brasil.
  6. Os italianos pagam particular as consultas e exames que precisarem, caso não queiram esperar pelo atendimento público. Se você for morar na Itália, provavelmente fará como eles.
  7. Os médicos italianos são, em sua maioria, bem competentes e preparados. Porém, como em todo lugar tem também suas exceções.
  8. Em algumas outras áreas da saúde, como enfermagem e odontologia, o profissional brasileiro formado em universidades conceituadas se mostra mais qualificado. Isso em termos gerais, porém vale salientar que existem profissionais e profissionais, e este fato se aplica tanto a Itália quanto ao Brasil.

Mais semelhanças e diferenças:

  • Outra diferença é que não é comum conhecer pessoas que os possuem planos de saúde. E quem tem, na maioria dos casos, é algum benefício oferecido pela empresa a qual se trabalha;
  • As emergências são tratadas como tal e funcionam muito bem em algumas situações! Na Itália, as ambulâncias chegam com rapidez quando são chamadas. Exemplo, quando se chama o socorro para uma pessoa que passa mal na rua, prontamente é atendido no hospital mais próximo.
  • Contudo, se você chegar a uma emergência sem ser de ambulância com o braço quebrado, por exemplo, o atendimento pode demorar horas, pois dão prioridade para os que chegam por meio dos socorristas da rua e casos mais graves.
  • Sobre a organização do atendimento na rede pública, hoje em dia não depende mais da região e sim da gestão de cada hospital, para saber qual é o melhor a dica é experimentar ou ainda perguntar a amigos.
  • O atendimento particular, é bem parecido com o Brasil. É só marcar a consulta, ser atendido e pagar. Sobre o preço, é similar como nas redes particulares brasileiras. Geralmente varia entre 80,00-200 euros uma consulta (esqueça a conversão).
  • Alguns medicamentos são gratuitos na Itália. No Brasil o SUS distribui preservativos gratuitamente e também há dentistas para quem precisa, já na Itália isso não está incluso na saúde italiana pública. Mas o aborto é legalizado.

Tá dando para você entender até aqui? Se você for morar na Itália, a conversão da moeda é bom deixá-la de lado. Ganhamos em Euro e gastamos em Euro.

Agora vamos a parte prática! Se for morar na Itália, o que é necessário para usar o sistema de saúde italiano?

Montamos um passo a passo para facilitar a sua vida. Por isso, leia com calma para entender a lógica dos atendimentos e usufruir de todos os benefícios.


A saúde na Itália: tessera sanitária o que é?

A tessera sanitaria é o documento principal que dá acesso a saúde na Itália, ou seja é a carteirinha (tipo aquela dos SUS).

O primeiro passo para quem for morar na Itália e quer ter acesso ao sistema de saúde italiano (Servizio Sanitario Nazionale- SSN) é se dirigir até uma Azienda Sanitaria Locale(ASL). Lá você deve se registrar e levar os seguintes documentos:

  1. Seu permesso di soggiorno
  2. Codice fiscale
  3. Certificato di residenza

Entendeu qual é o primeiro documento que pedem? O permesso di soggiorno! Isto significa que se uma pessoa vier morar na Itália ilegalmente, não tem direito a saúde na Itália no sistema público. A respeito deste documento recomendamos o ler a dica no final deste artigo.

Caso você não tenha ainda o certificato di residenza, dá para preparar uma declaração com seu endereço atual.

Uma vez cadastrado no SSN, você terá direito a fazer exames, a ter atendimento hospitalar e, inclusive, acesso alguns medicamentos “gratuitamente”.


Então, recapitulando, para ter acesso ao Servizio Sanitario Nazionale (SSN) você deverá ir até Azienda Sanitaria Locale (ASL) para se cadastrar levando os documentos que mencionamos acima. Ao se cadastrar você terá de escolher um médico de família, falaremos dele mais adiante. Depois de escolher o médico irão emitir sua tessera sanitária provisória, o similar a carteirinha do SUS aqui do Brasil.

Dica importante: se seu permesso expirar ao renovar você deverá voltar a Azienda Sanitaria Locale para fazer a renovação também e continuar tendo acesso saúde pública na Itália.

Veja nas dica bônus no fundo do texto: Como fazer a Tessera Sanitária na Itália


O médico de família e a saúde na Itália

O médico de família na Itália, nada mais é que o clínico geral que te acompanhará em consultas de rotina, pedirá exames e te dará encaminhamentos para os especialistas quando necessário.

Também é papel do médico de família receitar alguns remédios para tratamentos mais simples. Uma figura importante para quem quer morar na Itália.

saude_na_italia_4

Como ter acesso ao médico de família

  1. No ato da inscrição na Azienda Sanitaria Locale você poderá escolher o seu médico de família, por meio de uma lista, geralmente no mesmo bairro. Se foi morar na Itália e não tem nenhuma referência de médicos, o melhor será escolher um médico que tenha consultório perto da sua residência.
  2. Ao se cadastrar, caso tenha filhos menores poderá escolher um pediatra também para acompanhá-los, além do médico de família para os adultos da casa.
  3. Assim, ao se cadastrar e escolher seu médico, você receberá a agenda de atendimento com horário que ele estará disponível no consultório para consultas.
  4. Nec arcu ullamcorper lorem mus eu.
  5. Elit natoque mollis quisque.

Curiosidade sobre o médico de família!

Você sabia que o médico de família na Itália também faz atendimentos domiciliares?

No país há muitos idosos e estes acabam tendo dificuldade de locomoção. Então, a maioria dos médicos atendem meio período em seus consultórios e a outra parte do tempo fazem os atendimentos domiciliares.

O mesmo ocorre para deficientes físicos, que precisam passar em consultas. De certo, esta é uma grande vantagem.

É importante salientar que o atendimento pelo médico de família na Itália é gratuito.

Como funciona o sistema de saúde italiano: exames médicos na Itália

saude_na_italia_6

Como dissemos anteriormente, é possível fazer os exames médicos gratuitamente pelo sistema de saúde italiano, mas quase sempre é prevista uma taxa simbólica. Essa regra não é só para imigrantes, mas para todo cidadão que morar na Itália.

  • Para exames mais complexos, no sistema público de saúde italiano podem ter longas filas de espera para conseguir uma vaga. E principalmente, se não for um pedido de emergência a espera pode demorar meses. É bem parecido com o SUS. Neste caso, quem pode, opta por pagar os exames em clínicas particulares.
  • Você pode pedir guias para realizar seus exames de rotina para o seu médico de família.

Fazendo exames médicos na Itália:

  • Se precisa fazer exames de sangue como hemograma, glicemia, colesterol, etc. Basta pedir a guia “impegnativa” para seu médico, ele pedirá sua tessera sanitaria, imprimirá a guia e a assinará;
saude_na_italia_7
  • Com a impegnativa em mãos, você irá marcar o dia de fazer os exames;
  • Para marcar o dia que fará seus exames, você deverá marcar no Centro Unico di Prenotazione – ou Central Única de Agendamento;
  • É possível também marcar os exames em farmácias que tenham o sistema CUP ou então, em hospitais;

Atenção! o serviço de marcação pelas farmácias, geralmente, tem um custo. É baixo, mas se pode evitar (1,50 euro).

  • Os exames geralmente são realizados no hospital mesmo, no caso de hospitais públicos. E em clinicas particulares, na saúde privada;
  • Uma vez que que os resultados dos exames ficarem prontos você deverá retornar no seu médico de família, caso ele veja que tem alguma alteração irá te encaminhar para o especialista necessário: cardiologista ou endocrinologista, por exemplo;

Aqui entra a novidade. Lembra que comentamos que é QUASE GRATUITO? Sim, porque existem pequenas taxas que devem ser pagas mesmo na saúde pública na Itália.

Como assim eu pago para ir ao hospital público? Sim, entenda melhor:

Então, é o chamado ticket sanitario que falaremos a seguir. Porém, adiantamos o valor é simbólico ou mais barato que aquele cobrado em clínicas privadas. Ou então preços descontados.

É este é um pequeno detalhe que faz toda diferença na hora de saber como funciona o sistema de saúde italiano.

Mas ainda na questão dos exames, o valor do ticket para os testes em clínicas particulares e públicas não são gritantes. Por isso, se você tiver pressa é bom averiguar antes.

Parece absurdo ter que pagar, e é, visto que os impostos na Itália não são nada baixos. Mas, se você analisar é também uma estratégia do governo para controlar o uso abusivo dos serviços e conseguir manter uma qualidade nos atendimentos e estruturas hospitalares.

Vale lembrar que, muitas das redes privadas não aceitam o ticket, infelizmente tem que pagar e ponto. Mas isso é assim em qualquer lugar do mundo. Não é?

saude_na_italia_8

Dica 1 – Se você tiver pressa para realizar algum exame que demorará pelo sistema público, poderá fazer em clinicas particulares. Ás vezes, a diferença de preços entre o que é cobrado no sistema público e privado é mínima. É bom sempre verificar.

Dica 2 – Diferentemente do Brasil, os equipamentos e médicos do sistema público de saúde na Itália são, na maioria das vezes e dependendo da região, de ótima qualidade.  Por esse motivo, a rede privada acaba oferecendo preços bem competitivos para a população.

Porém, existe uma maneira de ter o acesso gratuito. Queres saber qual é? Explicaremos logo abaixo.


O que é o  ticket Sanitário na saúde na Itália?

O ticket sanitario teve origem em 1982. Trata-se de é uma taxa para pelo cidadão em troca de serviços de saúde fornecidos pelo estado. O ticket sanitario é empregado para serviços especializados como fazer exames ambulatoriais e laboratoriais, consultas,  tratamentos farmacêuticos ou cuidados no pronto socorro, desde que não haja risco de morte.

É por meio do pagamento do  ticket sanitário que o sistema da saúde italiano sobrevive. E se você mora ou for morar na Itália, provavelmente vai precisar pagar o ticket.

Qual é o valor do ticket sanitário?

  • Consultas ambulatoriais especializadas (exemplo: otorrino), o valor máximo permitido é de €36,15 por receita. Mas isso depende da região na Sardenha por exemplo custa 46,15 euros e a região da Calábria, que colocou o teto em 45 euros);

A maioria dos atendimentos são baratinhos. Por exemplo terapia dietética para quem tem o diabetes Mellitus custa em média €15,35;

Nota – Em janeiro de 2017 foi abolido o ticket na região do Lácio, tudo ainda está em fase de adaptação, mas a boa notícia é que custará menos.

  • Atendimentos no pronto socorro não seguido de recuperação custa 25 euros. Situações classificadas como “código branco” (não urgente, condições não críticas), exceto trauma e envenenamento agudo;

Observação – o valor não é cobrado para os códigos “vermelho” (muito crítico), “amarelo” (mediamente crítico), “verde“ (pouco crítico).

  • O valor do ticket para a maioria dos exames varia de acordo com a região na Itália e oscila de 30 a 50 euros por cada consulta ou exames simples ou de rotina;

Para se ter uma ideia, por exemplo, uma radiografia na rede pública custa em torno de 36 euros, enquanto que no particular é mais ou menos 45 euros, com a vantagem que na clínica privada você conseguirá fazer o teste no dia seguinte e no público poderá levar algumas semanas ou meses.

Para entender melhor sobre este tópico da saúde na Itália

saude_na_italia_1

Em muitos casos a diferença realmente é relevante. Alguns exames de sangue na rede privada podem custar realmente caro (150-200 euros). Já no público os mesmos exames podem lhe custar 40-50 euros.

Exemplo atual, uma Tomografia Computadorizada na rede particular custa em média € 100,00 euros, o ticket lhe custará € 49,00 euros na rede pública. Já é uma ajuda boa para o seu bolso, não achas?

Atenção! Para saber como funciona o sistema de saúde italiano é fundamental entender todos os detalhes. Para procedimentos mais sérios a saúde pública na Itália pode custar caro sim. A boa notícia, é que eles não são a maioria. Mas nesses casos significa que tais serviços em clínicas particulares superam o orçamento de qualquer um. Citamos exemplos abaixo:

Para exames mais sérios como  cintilografia cerebral (PET) (indicados em caso de Alzheimer) ou Cintilografia de Perfusão Miocárdica (PET) – Repouso e Estresse custam em média 900,00 euros;

Para tratamentos mais sérios como Terapêutica com anticorpos monoclonais 526,80 euros;

Mas para você entender melhor o exame AMNIOCENTESI  no público o ticket custa em média 80,00 euros. No nas clínicas privadas o mesmo exame varia de 500 a 850 euros. É uma boa diferença não  é?

Existe isenções falarei no próximo tópico. Mas se você tiver condições irá pagar pelos serviços.

Dica importante 3: Caso você tenha que remarcar qualquer coisa que tenha agendado, faça antes de 48 horas da data marcada. Pois se esquecer de desmarcar e perder seu dia da consulta o valor do ticket terá de ser pago da mesma forma. Ainda, seu nome constará na lista de devedores e chegará o valor do ticket com juros na sua casa.

Veja aqui algumas tabelas regionais dos preços dos procedimentos, geralmente a variação entre uma região e outra é mínima:

Toscana

Emilia Romagna

Val d’aosta

Veneto

Puglia

Saiba mais!

Como efetuar o pagamento do ticket sanitário

E como funciona o sistema de saúde italiano é indispensável saber como fazer o pagamento do bendito ticket. Veja como fazê-lo:

  1. Quando for agendar seu exame do CUP, no ato saberá o quanto aquele teste custará.
  2. Você pode fazer o pagamento ao funcionário ou deixar para pagar no dia que fizer o exame ou consulta. Geralmente, a segunda opção é a mais segura, pois caso tenha que desmarcar ou remarcar é só ligar e o valor não será pago.
  3. Outra dica é pagar antecipado seu exame ou consulta, um dia antes pelo menos.

É bem comum ter filas gigantes nos hospitais e clínicas para efetuar o pagamento na hora, e sem o pagamento você não será atendido. Um funcionário pega o comprovante de pagamento antes que você entre no consultório ou faça os exames.

Você pode também efetuar o pagamento do ticket sanitário da seguinte forma:

Pagar através de “caixas eletrônicos para os tickets”. Há maquinas automáticas para realizar o pagamento que pode ser feito com cartão de crédito, débito e dinheiro.

O sistema é parecido com o nosso de estacionamento lá no Brasil. Veja:

  1. Você insere sua tessera sanitaria na máquina;
  2. Ela irá ler quais procedimentos foram pedidos e mostrará o valor a ser pago.
  3. Aí, você só precisa escolher a forma de pagamento, inserir o valor e esperar a impressão do recibo de pagamento.
  4. Sairão duas vias, ao entrar no consultório, o funcionário ficará com uma e te entregará a outra.

Utilize gratuitamente os serviços de saúde pública na Itália

saude_na_italia_22

A respeito saúde na Itália, é possível não pagar esse tal de ticket e todos os serviços oferecidos pelo sistema de saúde pública italiano?

Sim é possível, porém somente em casos específicos de isenção do ticket –  esenzioni del ticket como:

  • Caso você não tenha condições, ou seja, comprove dificuldade financeira através do ISEE que é o Indicador Equivalente de Situação Econômica, isso inclui o núcleo fiscal familiar, isto é a renda da família;
  • Quem tiver alguma doença raras, por exemplo: Sindrome de Kabuki dentre outras.
  • Doenças crônicas, por exemplo: patologias renais
  • Invalidez;
  • Gravidez*

*No caso de gravidez muita atenção! Pois existe como gratuito um pacote limitado de serviços. Ou seja, não é tudo incluído, salvo para gestantes que demonstrem a baixa renda.

Você está entendendo um pouco sobre Como funciona o sistema de saúde italiano? Espero que sim. Deixo no final os serviços cobertos.

Como funciona o sistema de saúde italiano: O hospital na Itália como é?

saude_na_italia_14

Os hospitais na Itália têm um conceito bem amplo e é indispensável para você entender como funciona o sistema de saúde italiano. Então, tentamos definir em poucas palavras:

Qualificação Profissional de saúde na Itália

  • A qualidade do serviço de saúde na Itália também varia de acordo com a região do país.
  • Os médicos italianos são, em sua maioria, são bem competentes e preparados, além de serem pessoas aparentemente modestas.
  • Em outras áreas da saúde como enfermagem e odontologia a formação brasileira parece mais apta. Como já falamos no início deste guia, o Brasil, parece formar profissionais mais capacitados do ponto de vista técnico e interpessoal.

A saúde na Itália – Qualidade dos serviços prestados

saude_na_italia_23
  • Vária tanto por região quanto pela gestão de cada hospital;
  • Em alguns hospitais há excelência no atendimento, em profissionais e procedimento;
  • Já algumas instituições deixam a desejar (lembrando sempre que é bem raro ver similaridades com extremos de decadência e inospitalidade que algumas estruturas públicas brasileiras oferecem). Digamos que fazendo uma analogia com “o pior do Brasil em termos de estrutura hospitalar”,  o “pior da Itália” consegue ser bem melhor que o nosso país.

Pode acontecer, por exemplo, em uma emergência de um paciente passar o dia inteiro esperando por atendimento. Neste sentido, isso não é de certo uma assistência sanitária digna de um país de primeiro mundo. SALIENTANDO, isto acontece em alguns poucos hospitais italianos. Este aspecto, apresenta variantes a partir da região, hospital e experiência pessoal de cada um.

Dica na escolha do hospital italiano: O mais prudente é perguntar. Pergunte aos italianos, assim como aos brasileiros na Itália a mais tempo em determinada região, sobre o atendimento do hospital X ou Y. Assim você já estará mais direcionado e ao precisar de atendimento hospitalar tirará suas próprias conclusões.

Estrutura hospitalar da saúde na Itália

saude_na_italia_15

Para entender como funciona o sistema de saúde italiano  do ponto de vista hospitalar não poderíamos deixar de falar das condições:

  • Estruturais;
  • Trabalho;
  • Hospedagem para os pacientes nos hospitais italianos.

Em termos gerais é melhor do que o Brasil, o sistema do pagamento do Ticket Sanitário é uma manutenção bem inteligente que ajuda a manter em boas condições as instituições tanto para os profissionais de saúde quanto para os pacientes.

A maioria dos hospitais italianos dispõem de bons equipamentos, uns mais completos outros menos, mas tudo depende da localização do mesmo.

Para você entender a saúde na Itália, daremos um exemplo brasileiro seria das policlínicas e o hospital das clínicas. Na Itália em termos de dimensão é bem parecido.

Medicamentos grátis na Itália?

Ainda, Como funciona o sistema de saúde italiano, não poderíamos deixar de mencionar os benefícios de conseguir alguns medicamentos gratuitamente. Esses remédios geralmente são aqueles de baixo custo:

– Os da Classe A, mediante o pagamento do ticket;

No entanto,  depende do tratamento que o médico lhe prescrever, pois em alguns casos mesmo sendo medicamento da Classe A serão pagos integralmente pelo cidadão. O médico de família, ou o especialista, sempre indicará a categoria do medicamento em caso de gratuidade. Uma vantagem para quem vai morar na Itália não acha?

Agora você já sabe como funciona o sistema de saúde italiano para a gratuidade de medicamentos, não é?

A saúde na Itália – Hospital Público x Privado

saude_na_italia_16

Tudo depende se na cidade onde você morar na Itália a gestão dos hospitais é bem feita. Em relação a equipamentos o público se equipara ao privado.

No setor privado você com certeza será atendido com maior rapidez porque você estará pagando pelo serviço e visto que a saúde pública na Itália funciona relativamente bem, as clínicas privadas não arriscam perder um “cliente”.

Em hospital público dependendo do procedimento você irá esperar pelo atendimento.

No caso de tratamentos mais graves e pessoas com problemas sérios que necessitam de UTI, vale muito a pena o suporte do hospital público. Por vários motivos, dentre eles, os equipamentos são de ótima qualidade e os custos com esse tipo de intervenção em comparação com clínicas ou hospitais particulares são irrisórios.

Dentista na Itália, como é?

É, a boca é uma parte do corpo importante. E quem não quer manter um sorriso sempre bonito? Os nossos dentes fazem também parte parte do nosso cartão de visita. Mas, estética a parte ter dentes sadios é muito importante para a saúde do indivíduo.

E os dentistas italianos como são? Infelizmente nessa especialidade, na maioria dos caso, temos mesmo é que pagar o dentista particular. E se você não correr atrás de clínicas populares o preço a ser pago pode ser realmente alto. Essa regra, vale para todo cidadão que morar na Itália.

Para informações detalhadas sobre como poder ter acesso ao dentista gratuitamente ou pagando menos recomendo ver o artigo: Dentista na Itália, como ter acesso gratuito.

Como funciona o sistema de saúde italiano: a saúde na Itália para a mulher!

saude_na_italia_28

E como não falar da saúde das mulheres, elas são as principais responsáveis pela manutenção da humanidade no mundo. E logicamente o governo deve ter um cuidado especial com elas. Não acha?

Existem muitas possibilidades da mulher pagar pouco ou não pagar nada em tratamentos de rotina como Colposcopia, Pap Test e mamografia. Elas podem ser:

  • Pagando o ticket (os valores são bem baixos);
  • Fazer tratamentos nos centros especializados em saúde da mulher;
  • Se tratar nos hospitais escola.

No entanto, recomendamos este último apenas  a paciente que não se incomodem em ter pelo menos três estudantes observando tudo. Para algumas mulheres pode ser constrangedor, não é?

Dica bônus: para ter os tratamentos acima GRATUITOS, fique de olho nas datas comemorativas, como Março (mês da mulher) e o Outubro Rosa. Nestas épocas,  é de costume o governo italiano criar muitos programas de promoção para a Saúde da Mulher na Itália, e os tratamentos são todos grátis. Cabe aí se programar para se cuidar nestas datas e não pagar nada.

E ainda, para toda mulher que morar na Itália, o país pode ser bem vantajoso. Ter um bebê na Itália muitas vezes contempla a inclusão de tratamentos gratuitos e o próprio parto há possibilidades de ser gratuito também.

Para você entender melhor preparamos um artigo definitivo sobre o assunto: Gravidez na Itália

Se você chegou até aqui é porque com certeza você entendeu o funcionamento da saúde pública na Itália, certo? Veja os outros artigos para virar um expert em Morar na Itália e ter mais segurança para ir e vir.

Sucesso com sua saúde.

Dica bônus:

Veja os serviços que não são cobertos pelos pelo sistema público de saúde na Itália ou sujeitos a condições predeterminadas.

Como fazer o permesso di soggiorno

Como fazer a Tessera Sanitária na Itália


Este site é direcionado para Comunidade Brasileira na Itália e no Brasil assim como a todos os falantes de língua portuguêsa, para aqueles que vivem ou estão em viagem ao país. A sua contribuição é muito importante para todos nós. Se você quiser colaborar com a melhoria deste artigo atualizando ou complementando às informações por favor enviar um e-mail com título e link do artigo junto com suas observações para editorial@vivernaitalia.com

Total
0
Shares
0 Like
0 Tweet
0 Pin it
0 Share
0 Share
0 Like
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You May Also Like