Qualidade de vida na Itália

qualidade_de_vida_na_italia

Se você decidiu ou ainda está pesquisando para ver se vale a pena morar na terra da pizza, você está no lugar certo. Hoje vamos falar sobre a qualidade de vida na Itália.

Morar na Itália pode realmente ser uma Dolce Vita. Bem, não importa se você tem direito ou não a tão desejada cidadania italiana, aqui no viver na Itália já informamos as diversas maneiras de como morar legalmente na Itália.

Agora, chegou a hora de conhecer mais a fundo outros aspectos de como é viver na Itália, para te ajudar a pensar em todos os prós e contras de fazer a vida em um país estrangeiro.

É sempre uma experiência que vai fazer você aprender muito, mesmo que você viva por pouco tempo no exterior.

Conhecer novas pessoas, uma nova cultura, aperfeiçoar um ou mais idiomas, degustar os vinhos e a maravilhosa culinária italiana.

E ainda, estudar, trabalhar, viajar e conhecer os pontos turísticos que esse país tem para oferecer. Para começar, vamos falar dos pontos positivos de como é morar na Itália!

Qualidade de vida na Itália: algumas vantagens de morar no país

Viver na Itália é muito interessante por muitos aspectos.  Fizemos um elenco das melhores coisas que podemos desfrutar como fatores positivos quando consideramos morar na terra da Pizza.

Claro. aqui não estamos dando juízo de valor, ou querendo colocar na sua mente opiniões formadas. Pelo contrário, o Portal Viver na Itália te mostra a realidade dos fatos e você vai tirar suas próprias conclusões como como é a qualidade de vida na Itália.

Vamos nessa?

Morar na Itália – 1. Facilidade no aprendizado do idioma italiano

qualidade_de_vida_na_italia_2

Com certeza um fator determinante é falar o idioma italiano, ele vai realmente melhorar a sua qualidade de vida na Itália.

A língua italiana também deriva do latim, assim como o português. Então, o idioma italiano é bem fácil de aprender para nós brasileiros.

A depender da sua dedicação nos estudos em três meses é já possível se comunicar relativamente bem no idioma italiano.

Ao viver na Itália, tendo contato com os nativos, falando e ouvindo o idioma italiano todos os dias será mais rápido o aprendizado. Mas a fluência real necessita de um pouco mais de tempo.

Vale ressaltar que, geralmente,  do ponto de vista didático, para aprender a falar um idioma de base latina a nível avançado, para nós brasileiros o tempo médio é mais ou menos dois anos. Para escrever bem pode-se levar de dois a quatro anos de estudo.

Lembre-se que tudo depende da sua prática no dia a dia. As pessoas que já trabalham na Itália, por exemplo, irão escrever, ler falar e escutar o italiano o dia todo, então o aprendizado provavelmente será mais rápido.

A qualidade de vida na Itália – 2. Diversidade geográfica

qualidade_de_vida_na_italia_5

O país é uma pequena península se destaca pela sua biodiversidade. E isso chama realmente atenção de muitos estrangeiros que visitam e desejam morar no país.

Lindas praias, ilhas com águas cristalinas, colinas, montanhas com climas agradáveis, lagos, vales, vulcões, planícies verdade, verdes florestas.

Esse país tem realmente tudo. Qual é o tipo de qualidade de vida na Itália que você quer ter? queres viver na montanha? ou de repente perto da praia? Aqui com certeza tem espaço para todos os gostos.

Inclusive, a Itália é um país naturalmente colorido e que nunca será chato. Sendo assim, aqui você sempre vai poder sair da rotina.


A qualidade de vida na Itália – 3. Lazer

qualidade_de_vida_na_italia_4

A Itália é um país cheio de atrações turísticas, então para tirar férias não é preciso nem viajar para o exterior.

Com tantos pontos turísticos e monumentos por todos os lados, sem dúvida a Itália tem lazer de sobra. Esses são asapectos que pesam muito na qualidade de vida na Itália.

Apesar de ser sempre cheio de gente o ano todo, há muitas localidades tranquila. Sim, é possível morar em lugares onde você sentirá apenas o som da natureza.

Por outro lado nas cidades em geral, além dos museus, parques, jardins e tudo que há para se conhecer, há também as festas organizadas pelas províncias e também pelas associações culturais nas cidades. Por exemplo às Sagras italianas são festas gastronômicas que movimentam o turismo e a economia local, além de algumas serem muito divertidas.

Os mercadinhos locais e as festas dos inúmeros santos, dão um que a mais e fazem com que as cidades pequenas saiam da rotina.

E ainda, tudo o que encontramos na maioria das cidades grandes, muitos restaurantes, danceterias e bares de todos os tipos.

Mesmo que você more em uma cidade pequena, sempre há algum encontro, festa ou atividade voltada para a população.

A dica é também ficar atento a agenda cultural da região onde você estiver e ainda nos dias quando as cidades oferecem ingressos grátis para a população. Em Roma e no Vaticano por exemplo, no primeiro domingo de cada mês, a entrada é gratuitas para a população nos melhores museus da cidade.

A qualidade de vida na Itália – 4
estações do ano marcantes

qualidade_de_vida_na_italia_6

Imagina que na Itália, há a predominância de um clima muito saúdável. Na terra da bota as estações do ano são bem definidas. Este é um ponto que chama realmente atenção dos brasileiros na Itália. Principalmente dos nordestinos.

No verão, vemos as cidades ficarem vazias e um país inteiro que se desloca para as ilhas e regiões costeiras.

No outono o país ficam bem laranjinha, colorido mas, as vezes até melancólico. Os mais sensíveis conseguem observar uma natureza que se prepara para o longo inverno.

Então, ele chegou com muita chuva e depois vai ficando seco e bem frio. Este é o inverno na Itália quando a natureza adormece. Mas nem sempre neva em todas as cidades um aspecto interessante para a qualidade de vida na Itália, pois quem não gosta pode passar este estação em outro lugar do país.

Definitivamente, a primavera é a estação mais divertida na Itália, conseguimos observar na íntegra uma natureza que se acorda pronta para curtir o verão.

Qualidade de vida da Itália – 5 Transporte

qualidade_de_vida_na_italia_3

Na União Européia a Itália é a segunda nação com o maior número de carros. A propoção exata é para cada 1000 habitantes existe 574 veícolos.

Fator interessante para a qualidade de vida na Itália a maioria.

A organização do transporte na Itália é bem lógica. Pois, interliga suas províncias a sua
a metrópole.

Por isso, no geral, este serviço funciona muito bem. E principalmente porque a maior parte das cidades são comtempladas pelos trens.

Todavia, nem sempre são de alta velocidade, em algumas localidades podem ser mais lotados do que o metrô e o ônibus.

qualidade_de_vida_na_italia_21
Photo: Mike Knell

No que tange a utlização, os trem costumam serem utilizados para distâncias mais longas, enquanto o ônibus e metrô para curtos trajetos.

Há também navios – chamados traghetti – eles interligam toda a Itália tanto entre suas ilhas e regiões litorâneas, inclusive outros países e continentes.

Este é ponto positivo na Itália que nós brasileiros não estamos habituados. e diferente do Brasil.

As motocicletas do tipo Vespa são bem comuns, em algumas cidades o uso da bicicleta também não fica atrás.

Na maioria das cidades grandes, por exemplo, em Veneza, Milão e Roma, o trânsito costuma ser caótico. Como assim? Veneza não é uma ilha? Baby, ela também tem a parte continental.

Na Itália, é normal ter estacionamentos públicos, porém nunca é a quantidade necessária para comportar o volume de carros que o país abrange. Assim, muitas vezes, o melhor é ir de transporte público ou táxi para não perder tempo procurando uma vaga.

Sobre a qualidade de vida nesse aspecto, com certeza há os seus prós e contras. Mas em termos gerais o transporte funciona bem.

Morar na Itália – 6 A segurança na Itália

qualidade_de_vida_na_italia_9

Embora, a maioria das pessoas acharem que a Europa é super segura, há também índice de criminalidade. Mas mesmo assim, é ainda mais seguro que o Brasil em todos os aspectos, inclusive, nos ânimos dos habitantes.

Na Itália, na maioria, não existe pessoas prontas a te agredir gratuitamente ou por motivos futéis como existe no Brasil. Não matam pessoas em briga de trânsito ou por um cigarro.

Neste aspecto sem dúvida a sociedade italiana é mais evoluída que aquela brasileira. Talvez, porque no país a educação de base é ótima, obrigatória e dá acesso a todos, pobres e ricos. Fator que ajuda bastante a civilizar pessoas. Apesar de muitos não acharem importante.

Mesmo assim, com a emigração italiana, e a imigração estrangeira alta, a segurança na Itália está passando por mudanças. Mas, não é comum ser roubado na rua.

No entanto, existe os batedores de carteira, é comum nas estações de trem e metrô as bilheterias eletrônicas soltarem uma gravação dizendo “Atentos aos batedores de carteiras”. Então, nada de andar despreocupado dentro de transportes públicos.

Porém, com relação a microcriminalidade atualmente é quase “normal” nos depararmos com tais situações em qualquer lugar desse mundo. Na maioria das vezes, o fator 100% segurança só em filmes.

Morar na Itália – 7. Acesso a educação na Itália

qualidade_de_vida_na_italia_8

É um assunto interessante, o acesso básico, principalmente no que tange a inclusão social. De longe, a Itália é uma nação a ser imitada neste aspecto. Aqui o tema é levado muito a sério.

Na Itália, até os 15 anos a escola é obrigatória . E toda criança tem o dever e o direito de estudar em uma escola. Para os pais que não matricularem os filhos, podem ir até para a cadeia.

Se você  é um dos brasileiros na Itália, evite problemas! Tenha sempre o seu filho matriculado

qualidade_de_vida_na_italia_22

É importante conhecer as diferenças entre o ensino no Brasil e como é a educação em terras italianas:

  • A escola pública da Itália é de qualidade, e igualitária, parece aquelas dos anos 60 no Brasil.
  • Na Itália a escola tem um ano a mais do que no Brasil (pelo menos até 2017). E por isso, todo brasileiro que vem para fazer faculdade na Itália, obrigatoriamente terá que fazer um ano de escola antes de se inscrever. Salvo se já tiver ingressado alguma graduação no Brasil.
  • O início das aulas é diferente daquele no Brasil. Na Itália, o ano letivo começa em setembro e termina em junho com férias em julho e agosto e um recesso para as festas de fim de ano;

Para saber detalhadamente sobre o assunto e conhecer o sistema educacional italiano recomenda-se ler o material colocado na dica bônus no final deste artigo.

Para aspecto sobre o mestrado na Itália, a graduação ou outros cursos. Acompanhe a página “Estudar na Itália” aqui do portal e fique por dentro das novidades sobre o tema.


Qualidade de vida da Itália – 8. Saúde

A saúde não pode ser transcurada e ter bons serviços públicos faz realmente diferença na qualidade de vida na Itália ou em qualquer país.

No Brasil, quando se fala de saúde vira motivo de preocupação e de possíveis despesas. Pois o sistema único de saúde (SUS) deixa muito a desejar e a maioria das pessoas que têm condições acabam pagando convênio para ter acesso a saúde de forma mais rápida e eficaz.

qualidade_de_vida_na_italia_7

Na Itália, é bem similar ao SUS. Aqui existe o Servizio Sanitario Nazionale (SSN). Porém o italiano funciona melhor. Por exemplo, eles administram muito bem as longas filas e listas de espera. Os casos mais graves possuem prioridade.

No entanto, exames e tratamentos de forma gratuita nem sempre é possível. Geralmente, o governo italiano cobra o preço de custo para o público. A não ser que o cidadão declare estado de pobreza.

Em todo caso, é bem mais econômica em relação a rede privada. Para saber mais deixarei um link de sugestão no final deste artigo


9. Trabalhar na Itália

qualidade_de_vida_na_italia_10

Trabalhar na Itália, sem dúvidas, é o sonho de muitas pessoas. Mas por quê?

  1. Porque na Itália se ganha em euros e como em toda Europa, há uma imagem de economia forte, de um mercado de trabalho diversificado e que tudo funciona;
  2. A Itália é líder de mercado em alguns setores, como por exemplo: moda, culinária e em tantos outros;
  3. Há carência de profissionais qualificados em alguns setores em especial no terciário, isto é, no setor de serviços;
  4. Para quem tem cidadania italiana é mais fácil conseguir emprego, pois se salta a fase burocrática do visto.

A qualidade de vida Itália no que tange empregos, é um país que oferece diversos caminhos para se conseguir um trabalho.

Claro, como tudo tem seus prós e contras, mas na maioria dos casos há oportunidades para quem quer realmente mostrar serviço. Aprenda como conquistar seu lugar no mercado de trabalho italiano, aqui no portal Viver na Itália. Deixo no final alguns links para você.

10. O povo italiano e a qualidade de vida na Itália:

Em 17 de março de 1861 foi feita a unificação da Itália. Isto é, era dividida por vários reinos. Neste sentido, há muita diferença entre “os povos italianos”.

As consequências históricas do país que hoje é uma república unificada, apresentam-se na culinária, dialétos e custumes italianos. Assim, tudo pode ser diferente de uma região para outra.

Alguns italianos são realmente calorosos, como aquele estilo de imigrante italiano que se vende até hoje nas novelas brasileiras e em alguns restaurantes de São Paulo, uma Itália que não existe mais.

O mais importante é, nunca confunda a cordialidade com simpatia. O italiano, por mais que ele pareça simpático não há como hábito “a política de portas abertas” como estamos habituados no Brasil.

qualidade_de_vida_na_italia_11

Os dialetos sem dúvidas, apesar de estarem perdendo força com o tempo, é um dos traços marcante das raízes de cada reino. Em muitas regiões é uma língua totalmente diferente. No entanto o que une esses povos sem dúvida é o idioma italiano.

Apesar das diferenças há sim pontos em comum como o gosto pela culinária, moda e arquitetura por exemplo. E tudo, influi na qualidade de vida na Itália.

Para facilitar, o mais conveniente é dividir a Itália em norte e sul. Mesmo assim ao norte há regiões de pessoas muitos legais e outras de povo mais fechado não apenas com estrangeiros, mas também com italianos de outras regiões. Este aspecto, se deve mesmo a proteção territorio-cultural que uns têm mais do que os outros.

O sul da Itália

qualidade_de_vida_na_italia_23

Nas regiões de Campania e Basilicata, por exemplo, são pessoas aparentemente mais abertas e simpáticas. Por isso, muitos comparam os napolitanos como brasileiros, a parte o fato de considerarem o Diego Maradona como um Deus. (rsrsrsrs)

Em tais lugares, é possível se inserir na vida local, especialmente nas cidades pequenas. Nestas, acontecem muitas festas populares e eventos culturais onde todos os habitantes geralmente são envolvidos.

Muitas vezes, pode ser bem interessante viver em cidades pequenas, em algumas, nos sentimos realmente parte daquele povo.

qualidade_de_vida_na_italia_25

Neste aspecto, não podemos incluir Roma, visto que é uma cidade muito grande e dispersiva.

Além disso, a vida em Roma é muito corrida, tudo é trabalho a maioria das pessoas investem 4 horas do dia somente com deslocamentos “Casa-Trabalho e vice versa”. Pois em Roma é raro trabalhar perto de casa..

Por isso, os habitantes de Roma preferem descansar no tempo livre e aproveitar a família. Assim, não sobra muito tempo para fazer novas amizades.

É bem árduo fazer novas amizades nas cidades grandes e é muito mais difícil mantê-las. E organizar encontros casuais em um dia que coincida a agenda de todos pode ser uma tarefa é bem trabalhosa.

Geralmente, as amizades são feitas no jardim da infância e serão essas por toda vida. Isso dificulta muito para brasileiros na Itália recém-chegados.

Em Roma conversas espontâneas em lugares públicos são raras. O fato de haver tantos estrangeiros provenientes de vários paises dificulta a socialização.

Dependendo da localização, nas cidades pequenas é mais fácil de integrar-se.

O norte da Itália

qualidade_de_vida_na_italia_24

Já no norte, as pessoas são bem mais sérias e educadas. Porém não dão espaço para brincadeiras ocasionais.

No ambiente profissional a palavra de ordem é foco. E não perdem tempo com fofocas ou mui distrações. Para eles o trabalho é a segunda casa. Dessa maneira, veem o trabalho como parte indipensável da vida.

Em termos gerais, trabalham sábado, domingo e feriados se necessário. E nunca fazem corpo mole, amam realmente trabalhar.Além disso, costumam ser na maioria dos casos, muito disciplinados.

Outro fator interessante sobre a qualidade de vida na Itália, as administrações públicas como prefeituras e sede das regiões parecem funcionar melhor e aparentam ter menos corrupção.

Os líderes parecem serem mais comprometidos com a população local, sem deixar que fatores externos interfiram no próprio mandato.

qualidade_de_vida_na_italia_27

Este aspecto, se refere na qualidade dos serviços prestados a sociedade que em boa parte das cidades funcionam bem. Milão, por exemplo, é a cidade mais europeia da Itália.

No entanto, assim como em Roma, lá todo mundo vive no corre corre. Mas, o rítimo de vida é muito parecido com os de algumas cidades grandes do Brasil. O que torna a adaptação mais fácil.

Já no quesito integração e amizades, é muito parecida com Roma. Então, se você busca se socializar e ter muitos amigos, com certeza não é a cidade justa para você.

A coisa legal do norte, diferentemente do sul, amam servir, então quando você paga por um serviço na maior parte das vezes será bem atendido. 

Você deve se perguntar, como assim não serei bem atendido em outros lugares? Em alguns lugares da Itália não será mesmo.


11. Custo de vida na Itália

qualidade_de_vida_na_italia_28

Morar na Itália é caro? Como em todo lugar do mundo, o custo depende do seu estilo de vida,  da cidade e região onde você escolher viver. Mas de modo geral, assim como no Brasil, o custo aumenta em cidades mais populosas.

Dependendo da região, os aluguéis também acabam aumentando e isso influi muito na qualidade de vida na Itália para quem ganha um salário médio.

Levando em consideração que os principais gastos serão com:

  1. Moradia;
  2. Alimentação;
  3. Custos fixos da casa como água, luz, internet. Preferência em conhecer bem o dentista e ter confiança no profissional;
  4. Por não ter que esperar muito tempo por um atendimento;
  5. Para não ter que enfrentar burocracias (médico de família, impegnativa, idas ao poliambulatório, marcação da consulta, enfrentar a fila de espera pelo atendimento e por fim o pagamento do ticket);
  6. Porque o sistema público não cobre todos os tratamentos;
  7. Nem todas as pessoas possuem o direito ao serviço de dentista na Itália pelo sistema público. Mas, isso depende da região/estado onde você mora.

Veja a média de preços mínimos de alguns serviços:

  • Aluguel de quarto: 300€
  • Agua, Luz e Gás: 50€
  • Condomínio: 20€
  • Internet/ TV a Cabo: entre 35€ mensal
  • Imposto anual da TV pública: 90€
  • Celular pré-pago: 12€ mensal
  • Alimentação (depende do estilo de vida): 250€
  • Transporte (depende da região): 25€ (aproximadamente a partir disso)

Vale a pena pesquisar bem a região antes de escolher um lar na Itália!

Ressalto:

Para casal: comendo bem, sem luxos o mínimo a pagar é 65-90,00 euros por semana. Se for na economia total com 50,00 euros (mas no aperto).

Solteiro – é possível sobreviver com 700,00 euros (isso não inclui nada extra, nem mesmo um aperitivo com amigos).

Dica de economia: procure os mercados públicos a partir das 11:00 da manhã, geralmente, fica as sobras (sempre coisa boa), e você pode tratar o preço com o feirante.

Com relação a vestuário custa bem menos do que no Brasil sejam roupas simples que roupas de marca. Isso em termos de Brasil, claro que em todos os países as marcas famosas e a qualidade têm o seu preço.

Para conferir a média de tudo em relação ao custo de vida na Itália o  viver na Itália preparou uma guia completo para você, deixo link no final do texto.

Quer saber quanto se gasta no supermercado na Itália? Acesse o vídeo abaixo com preços atualizados.

Onde morar na Itália?

Quando vamos pesquisar um novo local para ser a nossa residência muitos aspectos influem na escolha. E vão além da questão do custo de vida, vale considerar:

  1. Se há oportunidades de emprego;
  2. A presença de boas escolas;
  3. Proximidade de hospitais e outros serviços;
  4. Se estar de acordo com o seu estilo de vida;
  5. Fácil acesso;
  6. E tantos outros aspectos que depende apenas de você.

Há diferenças de valor dos imóveis entre as cidades grandes e pequenas. Assim como no norte e no sul, sendo que o norte costuma ser um pouco mais caro. As cidades grandes costumam ter preços mais elevados também.

Recomendo avaliar o maior número de benefícios de acordo com suas preferências e objetivos. Além de avaliar também quanto te custará para viver em determinada cidade. Se pergunte se você vai conseguir se manter naquele lugar.

O país é muito diversificado e há opções para todos os gostos. Tenho certeza que você encontrará o seu cantinho na Itália.

Dica Bônus:

Para ter acesso sistema público de saúde na Itália

Como funciona a educação na Itália?

Desvantagens de morar na Itália

Aqui no portal você vai encontrar tudo sobre a Itália, então com certeza você terá uma base do que acontece por lá antes de imigrar. Estude bem, inscreva-se em nosso canal no youtube e pegue todas as dicas.

Nota:


Este site é direcionado para Comunidade Brasileira na Itália assim como a todos os falantes de língua portuguêsa, para aqueles que vivem ou estão em viagem ao país. A sua contribuição é muito importante para todos nós. Se você quiser colaborar com a melhoria deste artigo atualizando ou complementando às informações por favor enviar um e-mail com título e link do artigo junto com suas observações para editorial@vivernaitalia.com

Lascia un commento

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato. I campi obbligatori sono contrassegnati *

You May Also Like