Legalização de títulos e profissões na Itália

legalizacao de titulos e profissões
Students Success

Legalização de títulos e profissões na Itália, como fazer? Nós vamos te ensinar!

No que tange, a legalização de títulos e profissões para Itália é necessário saber algumas informações importantes. Principalmente, para quem não quer apenas passear em solo italiano, mas, morar e trabalhar na Itália. Assim você não perde tempo e aproveita tudo o que foi estudado no Brasil.

Além disso, é fundamental que você aprenda o idioma italiano! Procure um curso em sua cidade e vá se acostumando com essa língua tão bonita.

ESTUDAR NA ITÁLIA

legalizacao de titulos e profissioes 1

Se você pretende estudar na Itália, saiba que em todo o País há excelentes universidades italianas com bolsas para estrangeiros, você só precisará organizar toda a documentação e partir para essa experiência que dará um plus ao seu currículo acadêmico.

Quando você decide estudar nas universidades da Itália é preciso obter o DICHIARAZIONE DI VALORE junto ao consulado italiano no Brasil, para se matricular em universidades italianas, por isso, você precisa seguir algumas instruções.

Leia também: veja aqui qual é o consulado italiano mais próximo de você

Assim que você resolver morar na Itália para estudar ou trabalhar é interessante fazer legalização de títulos e profissões na Itália. Mas o processo começa em solo brasileiro.

Os primeiros passos para a legalização de títulos e profissões para Itália

  • Passo 1: Para quem vai estudar na Itália solicite nas escolas em que concluiu o Ensino Fundamental e Médio seus históricos escolares, incluindo a Lauda de Concluinte (contendo nº página, caderno, data de publicação, etc). Se você fez curso técnico, solicite na instituição o histórico e a lauda.
  • Passo 2: Se você já se formou na universidade e pretende fazer pós-graduação na Itália, requeira seu histórico, Programa de Ensino e Certificado de Conclusão ou Diploma. Você deve solicitar, também, uma declaração de autenticidade do histórico e certificado (se não tiver o diploma) expedida pela universidade.
  • Passo 3: Uma vez de posse de toda a documentação acima é necessário em seguida ir em um cartório e reconheça as firmas presentes em todos os documentos.
    Importante! O Programa de Ensino é bastante extenso, podendo chegar a mais de cem folhas, logo, você não precisa reconhecer firma de todas as páginas, por isso, não esqueça de solicitar na universidade uma capa resumida com os dados principais, como o nome do aluno, curso e número de páginas do programa completo. Assim, você reconhecerá firma apenas dessa capa, economizando uma boa grana.

Outros passos para a legalização de títulos e profissões para Itália

legalizacao de titulos e profissioes 2

Após concluir a primeira parte do processo de legalização de títulos e profissões para Itália, no Brasil logicamente, é necessário ainda fazer às etapas de

  • Passo 4: Após reconhecer a firma dos documentos, procure um tradutor juramentado para traduzir todos os documentos.

ATENÇÃO!

  1. Não será necessário traduzir as laudas, o programa de ensino inteiro e as cartas de confirmação de autenticidade, todo os demais deverão ser traduzidos para o idioma italiano;
  2. É importante entrar em contato com um tradutor que atue na jurisdição do consulado onde você mora. Por exemplo: São Paulo, escolher um tradutor juramentado reconhecido pelo consulado de São Paulo;
  3. Geralmente, cada consulado tem uma lista dos tradutores aceitos. Não é regra, mas o consulado italiano da sua cidade pode não aceitar a documentação se a mesma for traduzida por um tradutor cadastrado em outra região;
  4. Não se esqueça de após concluída as traduções reconhecer a firma do tradutor em cartório;
  • Passo 5: Terminada a fase de reconhecimentos e traduções, vá ao cartório ou tabelião para fazer o apostilamento.

Atenção! É recomendável enviar junto a documentação uma carta índice digitada a qual discrimina a lista de todos os documentos enviados, respectiva quantidade e para qual País serão enviados, além de endereço e telefone fixo para devolução.

  • Passo 6: Quando o apostilamento ficar pronto, é hora de ir ao Consulado e legalizar os títulos:

Se dirija ao consulado com os seguintes documentos: cópia simples de toda documentação, inclusive traduções, cópia simples de documento de identidade e DOMANDA PER LA LEGALIZZOZIONE DEI TITOLI preenchida.

  1. Para o estado de São Paulo, Mato Grosso, Rondônia, Mato Grosso do Sul e Acre baixá-la aqui .
  2. Para os demais estados recomendamos localizar diretamente no site do consulado da sua cidade ou região. Encontre no artigo: veja aqui qual é o consulado italiano mais próximo de você, deixo link no final deste.

Quanto custa fazer a legalização de títulos e profissões para Itália

Então, os custos relativos a legalização de títulos e profissões para Itália, varia muito, pois depende de muitos fatores como:

  • O preço para conseguir os diplomas nas escolas, universidades e outras instituíções estudantís. Geralmente são gratis, porém não é sempre assim, sujeita-se às regras de cada instituto educacional.
  • O preço para reconhecer as firmas pelo cartório que você escolher;
  • O preço do apostilamento de cada documento + traduções pelo cartório escolhido.

Mas eu tenho uma BOA NOTÍCIA PARA VOCÊ!

Após investir tanto dinheiro com documentos, reconhecimentos de firma, tradução e apostilamento, você ficará feliz em saber que a legalização é gratuita para fins estudatis.

Conselhos válidos para não errar na legalização de títulos e profissões para Itália.

legalizacao de titulos e profissioes 3
  1. Quando for apresentar a documentação, deve-se observar: todos os documentos devem ser entregues em ordem cronológica a partir do mais antigo, original + tradução e a cópia do original + cópia da tradução.
  2. Complementando o item acima, recomendo fazer uma capa índice onde consta tudo o que for entregue. O consulado italiano e cartórios costumam entregar recibos de recebimento, porém nem sempre vem descriminando o que foi recebido por eles. Então, já leve pronta uma xerox da capa índice já mencionada e solicite a pessoa que recebeu de assiná-la e carimbá-la informando a data e horário de recebimento.
  3. O melhor é, consultar junto ao consulado italiano da sua cidade, o horário de atendimento d o setor de legalização de títulos e diploma, pois este funciona em horário diferenciado.  É importante você ligar antes para não dar viagem perdida.
  4. É bom tentar fazer tudo com antecedência, alguns consulados podem demorar mais do que outros. No caso da minha Dichiarazione di Valore in Loco, demorou exatos 6 meses para sair.
  5. Se você quer estudar em uma das universidades italianas, fique ligado nas datas de inscrição. Tanto para às universidades quanto para bolsa de estudos na Itália, existem prazos determinados para se inscrever.
  6. Para algumas pós-graduações na Itália, não é suficiente somente a declaração de valor – DICHIARAZIONE DI VALORE IN LOCO – que é o documento que o consulado italiano emite quando você irá pedir legalização de títulos e profissões para Itália
  7. . Quando for o caso do item 6 é porque a universidade necessitará checar se o conteúdo programático ou grade curricular do curso brasileiro está em compatibilidade com aquele italiano.  Neste caso você deverá solicitar também a Equipolência dos títulos (EQUIPOLLENZA).

É importante Saber:

  1. É importante, entrar em contato com a universidade italiana escolhida e indagar a respeito. Contudo eu recomendo fazer os dois documentos, pois não alterará muito em relação aos custos, assim caso for preciso você não precisará refazer tudo novamente;
  2. Vale lembrar! que para os cursos de Doutorado a equivalência dos títulos (EQUIPOLLENZA) é obrigatória para Mestrado na Itália nem sempre.
  3. Lembrando que a Equipollenza é somente feita para os títulos o qual você já concluiu.
  4. Se na documentação conter qualquer irregularidade, os documentos serão devolvidos com instruções para regularizar tudo, por isso, não deve esperar os últimos dias ou poderá perder o prazo.

O que você precisa saber ?

legalizacao de titulos e profissioes 4

Os pedidos para inscrições nas instituições italianas de ensino devem ser entregues pessoalmente ou através de um procurador então se caso precise consulte-nos.

Regras para legalização de títulos e profissões para Itália.

Se você deseja validar seu diploma na Itália para estudar ou trabalhar, é necessário observar algumas regras, visto que o Brasil não possui um acordo bilateral com o País italiano para reconhecer os títulos de estudo.

Se você estudou fora da Itália, precisa apresentar um pedido de reconhecimento de estudos em qualquer universidade italiana para receber, então, um título equivalente.

Para obter a equivalência será analisado se seu título possui similaridades de nível e conteúdo com um grau italiano semelhante.

Regra 1, para legalização de títulos e profissões para Itália

Para pedir a equivalência, você deve preencher quatro condições:

  1. A universidade que emitiu deve compor oficialmente o sistema educativo de referência;
  2. O título deve ser oficial do sistema de referência;
  3. O título deve ser de bacharel, máster ou mais avançado;
  4. Deve haver um título italiano comparável com o estrangeiro;

Regra 2,  para legalização de títulos e profissões para Itália:

Observadas as condições, você deverá se dirigir a uma universidade italiana e solicitar informações sobre o processo de equivalência da mesma juntamente com o formulário do pedido e a lista de documentos que, geralmente, requer:

  1. Modello di domanda (formulário de solicitação de reconhecimento de títulos ao reitor da universidade italiana);
  2. Diploma original de conclusão do ensino médio;
  3. Histórico escolar original expedido pela universidade estrangeira;
  4. Ementa de cada disciplina cursada na universidade estrangeira;
  5. Diploma universitário original;
  6. Três fotografias, sendo uma delas autenticada se você não é cidadão da união europeia;

Regra 3, para legalização de títulos e profissões para Itália:

–  Não se esquecer de entregar o diploma do ensino médio e da universidade, a ementa de cada disciplina e o histórico escolar da universidade traduzidos oficialmente.

Regra 4, para legalização de títulos e profissões para Itália:

–  O diploma de conclusão do ensino médio e o diploma universitário devem acompanhar a “declaração de valor in loco”, ou seja, um documento emitido pelo consulado italiano no País estrangeiro confirmando a autenticidade dos documentos.

Regra 5 para legalização de títulos e profissões para Itália:

Os cidadãos italianos, residentes da União Europeia ou os legalmente residentes na Itália devem apresentar o pedido de equivalência na secretaria da universidade italiana dentro do prazo estipulado pela instituição. No entanto, se o cidadão não pertencer à União Europeia e residir no exterior deverá enviar o pedido e toda documentação exigida pelo consulado italiano em seu País dentro do prazo estabelecido para inscrição de estudantes estrangeiros.

legalização de titulos e profissoes 4

Regra 8: para legalização de títulos e profissões para Itália:

–  Caso haja, um acordo bilateral entre a Itália e o país da universidade estrangeira, a universidade italiana concordará, garantindo um título italiano segundo a tabela de correspondência existente no acordo bilateral e as condições exigidas no mesmo.

Regra 9, para legalização de títulos e profissões para Itália:

 Se você quiser regulamentar sua profissão, deverá buscar os ministérios fiscalizadores de sua profissão, pois, cada um possui regras específicas, podendo buscar tais informações no Dipartimento delle Politiche Comunitarie della Presidenza Del Consiglio dei Ministri.

Regra 10 para legalização de títulos e profissões para Itália:

–  No caso em que, o título acadêmico refira-se à área de saúde, é necessário verificar as quotas estabelecidas para cada profissão. Assim, obtem-se um parecer do Ministero della Salute. Pois, o parecer negativo impede a inscrição nos conselhos de classe que regulamentam para o exercício da profissão.

Legalização de títulos e profissões na Itália para quem deseja trabalhar no território.

legalização de titulos e profissoes 6

Para você que se você quiser morar na Itália e trabalhar lá, existem mais algumas informações.  Para trabalhar na Itália, você precisa primeiro se informar se sua profissão é regulamentada por lei ou não e qual órgão é responsável pela legalização da profissão na Itália.

Você pode consultar o conselho da sua profissão na Itália, exemplos de alguns:

Setor de ciências atuariais;

O de arquitetura;

E o setor de assistência social e etc…

Esses sites são no idioma italiano, por isso se caso não dominar o idioma italiano, perdir ajuda a quem já fala. De qualquer forma salientamos que é importante conhecer a língua antes de morar na Itália.

Para compreender melhor, na imagem abaixo segue algumas profissões regulamentadas por lei ou não, segue a tabela abaixo:

legalização de titulos e profissoes 5

Veja o passo a passo par legalização de profissões para Itália

Legalizacao de titulos e profissoes para Italia tudo o que você precisa saber

Quando a profissão não é regulamentada por lei, você só precisa da validações  ou seja das legalização de títulos e profissões na Itália pelo consulado italiano.

  • Após solicitar todos os documentos acadêmicos, reconhecer firma e traduzir, quando você for ao Consulado precisa lembrar-se de legalizar sua profissão, para isso é cobrada uma taxa.
  • Para legalizar a profissão, você precisará: declaração do conselho regional ou órgão competente com data de emissão com menos de três meses que deverá conter a regularidade da matrícula do interessado, o número da matrícula, a Lei Federal que regula o exercício da profissão, as atividades que o interessado está habilitado a exercer no Brasil e que não há impedimento do seu exercício.
  • Traduzir e reconhecer a firma do documento acima.
  • Enviá-lo juntamente com os demais para o apostilamento.
  • Se dirigir aor ao consulado munido de todos os documentos indicados nos tópicos anteriores sobre legalização de títulos e profissões para Itália, incluindo os necessários para a legalização da profissão.

Só lembrando que para ter o direito de exercer a sua profissão na Itália, o seu título e você profissional deverão seguir os procedimentos do conselho regulamentador. Então, ter a documentação brasileira pode significar apenas o começo. Cada conselho profissional, têm a sua própria regra, alguns fazem prova de competência técnico-teórica.

Após toda a documentação regularizada e tudo preparado,desejamos a você uma excelente experiência em solo italiano.

Arrivederci! 🙂

Dica bônus:

Veja também: Qual é o salário mínimo na Itália

Leia ainda: Estudar na Itália

Veja com calma: Como fazer o permesso di soggiorno e morar legamente na Itália

Nota:


Este site é direcionado para Comunidade Brasileira na Itália assim como a todos os falantes de língua portuguêsa, para aqueles que vivem ou estão em viagem ao país. A sua contribuição é muito importante para todos nós. Se você quiser colaborar com a melhoria deste artigo atualizando ou complementando às informações por favor enviar um e-mail com título e link do artigo junto com suas observações para editorial@vivernaitalia.com

Lascia un commento

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato. I campi obbligatori sono contrassegnati *

You May Also Like