Estudar na Itália, como matricular as crianças nas escolas italianas

como_matricular_as_criancas_nas_escolas_italianas_
Tá indo para Itália e não sabe como fazer com a escola do seu filho? Hoje você vai aprender como matricular as crianças nas escolas italianas.

Matricular as crianças nas escolas italianas é realmente uma preocupação para todos aqueles que têm filhos e querem morar na Itália. Justamente, morar fora é um desafio, quando se vai com toda a família, incluindo crianças pequenas em idade escolar a preocupação dobra ou triplica…

Assim, fiz esse artigo especialmente para você. E por isso, metade da sua aflição acabará hoje. Neste artigo você vai aprender a como fazer a matricula do seu filho.

Como é a educação infantil na Itália?

Embora, existam sempre aqueles que reclamam, a educação infantil na Itália é ótima. Por isso, e é muito comum todos estudarem em escolas públicas, bem diferente na realidade do Brasil. Porém, é bem parecido com o que era a escola pública brasileira há décadas atrás.


A primeira e mais nobre lição que os pais podem ensinar aos filhos é fé e coragem.

SMILEY BLANTON

Seria bom que alguém lhe tranquilizasse e esclarecesse todas às suas dúvidas? Sim eu vou fazer isso agora! Por isso fique atento a cada detalhes desse artigo.

Pois, ele vai ajudar você a entender como funciona cada etapa. E finalmente, você vai entender como matricular as crianças nas escolas italianas.

Estudar na Itália: os primeiros passos para matricular o filho nas escolas italianas

como_matricular_as_criancas_nas_escolas_italianas_10

Igualmente como funciona no Brasil, será necessário ter todos os documentos em dia, e se você não tiver a cidadania italiana, significa que você é um estrangeiro na Itália. Seja como for, você precisará respeitar as regras sobre como matricular as crianças nas escolas italianas.

  1. Primeiramente, para matricular o filho nas escolas italianas é entender essa primeira fase escolar dos pequenos, pois cada etapa tem suas particularidades;
  2. Assim, para as crianças menores desde o nascimento até os seis anos de idade, a escola ainda não é obrigatória. Isto é, o correspondente ao nosso maternal e pré-escola são optativos na Itália;
  3. Já, quando começa a fase de alfabetização, a partir dos seis anos é que o ensino é obrigatório. E quando dizemos que é obrigatório, é porque é mesmo.
  4. Consequentemente, os pais que não matriculam seus filhos na escola estão sujeitos a receber uma multa e até serem presos;
  5. Dessa forma, podemos afirmar que a escola é direito de todos os cidadãos italianos ou estrangeiros residentes no país. Isto é, definitivamente é obrigatória.
  6. Assim, matricular as crianças nas escolas italianas, é um processo feito sem burocracias.

Matricular o filho nas escolas italianas: crianças pequenas

Antes de matricular as crianças nas escolas italianas é necessário entender alguns detalhes. Dessa maneira, para estudar na Itália – Você precisa saber que:

  • O ano letivo é diferente do Brasil
  • A matrícula se faz facilmente para quem vive legal no país

Portanto, o ano letivo na Itália começa em setembro e termina em junho. E por isso, é aconselhado matricular as crianças nas escolas italianas entre os meses de fevereiro a junho, para começar as aulas com toda a turma em setembro.

No caso em que, se precisar matricular o filho nas escolas italianas, antes ou depois desse período não tem problema, pois para os alunos estrangeiros, há professores que ajudam com um reforço escolar.

Isso quer dizer, com a língua italiana para conseguir acompanhar o resto da turminha. Mas, se você perder a data da inscrição o melhor é ver com a escola como proceder.

Se caso, a criança já tenha cidadania italiana não terá nenhum obstáculo. Enfim, para as famílias que acabaram de se mudar para a Itália em busca de agilizar toda a documentação para tirar a cidadania italiana é possível.

No entanto se a família não tiver cidadania italiana, não tem problema, haverá com certeza os documentos para morar legamente no país, estes são válidos.

Inicialmente, para matricular as crianças nas escolas italianas, é necessário a certidão de nascimento traduzida para o italiano e juramentada. Assim como apostilada também.

Se ainda não tem, não se preocupe, pois até com o passaporte é possível efetuar a matricula nas escolas infantis na Itália. Caso necessite de tradução juramentada consulte-nos.


Como matricular as nas escolas italianas, se o filho já for grandinho?

Para matricular as crianças nas escolas italianas depois de seis anos completos, é importante saber que está é uma fase escolar obrigatória – o período de alfabetização. Nesse interim, a Scuola primaria ou Scuola elementare, corresponde ao nosso ensino fundamental 1 – do primeiro ao quarto ano.

Assim como, matricular o filho nas escolas italianas do maternal e jardim de infância, é necessário:

  • Um um endereço fixo;
  • Terr um documento de identidade pode ser o passaporte.
  • Certidão de nascimento traduzida para o italiano ou passaporte do menor;

O equivalente ao nosso ensino Fundamental II que corresponde do 5º ao 9º ano. Para os alunos que estão estudando na Itália, essa é a fase da Scuola secondaria di primo grado

Nesse período, os alunos ficam dos 11 aos 14 anos e aprendem matérias como italiano, matemática, inglês e outra língua estrangeira, além de ciências, história, geografia, etc.

A inscrição de ambos é feita exclusivamente online através do site do Ministero dell’Istruzione(http://www.miur.gov.it/web/guest/home) que tem uma página específica para as matrículas nas escolas italianas.(http://www.istruzione.it/iscrizionionline/)

No caso em que você precise de ajuda para matricular o seu filho nas escolas italianas, podemos lhe dar toda a assistência.

como_matricular_as_criancas_nas_escolas_italianas_6

Quanto custa estudar na Itália?

A priori, um detalhe importe antes de matricular as crianças nas escolas italianas é compreender o custo. Sim, na Itália o público quase nunca é 100% de graça. Você não tinha ideia disso, justo?

Estudar na Itália, mesmo que seja em as escolas públicas, os pais precisam pagar uma contribuição para o colégio, no caso do asilo nido e scuola della infanzia.

Porém, esse valor pode ser pago em parcelas de 8 a 10 vezes, como uma mensalidade escolar.

Entretanto, a contribuição varia de região para região da Itália. Para as famílias que se enquadrarem com a renda mínima o valor é de até 150 euros.

No caso da escola Scuola primaria e Scuola secondaria di primo grado são gratuitas, porém existe uma taxa da mensa (cantina) e se paga também atividades extra-classes como laboratório de música e laboratório científico.

O valor da mensa não é caro e varia em torno de 30 euros por mês por aluno. Tanto a taxa da mensa como as taxas de atividades extra curriculares variam de escola para escola.


Como matricular crianças nas escolas italianas: creche e azilo nido

Para os papais que têm filhos na primeira infância e que no Brasil frequentariam a creche, na Itália esse maternal é o asilo nido. Certamente, podem ser matriculados bebês de 3 meses até 3 anos de idade.

estudar_na_italia_como_matricular_seu_filho_nas_escolas_italianas_5

Geralmente, as direções pedagógicas da creche, entrevistam os pais para avaliar a necessidade de a criança frequentar o asilo Nilo.

Pois, mães que não trabalham fora e famílias que têm alta renda geralmente não conseguem uma vaga.


Dica bônus sobre matricular as crianças nas escolas italianas

  • asilo Nido ainda não é ensino obrigatório, acabam dando preferência para famílias que não podem pagar particular e quando os pais trabalham fora.
  • Para as mamães que têm filhos de 3 aos 6 anos, podem matriculá-los para estudar na Itália o correspondente a pré-escola, também chamado de scuola della’infanza.
  • Assim como no maternal, esse período escolar ainda não é obrigatório e as exigências e condições para matricular seu filho no jardim de infância são os mesmos do maternal.

Sabendo isso, como fazer na prática para matricular seu filho nas escolas italianas?

  • Autoeducação;
  • Educação como ciência;
  • Educação Cósmica;
  • Ambiente Preparado;
  • Adulto Preparado;
  • Criança Equilibrada.

Atente-se que, é que as escolas pedem a carteirinha de vacinação para saber se está tudo Aqui no portal você vai encontrar tudo sobre a Itália, então com certeza você terá uma base do que acontece por lá antes de imigrar. Estude bem, inscreva-se em nosso canal no youtube e pegue todas as dicas.

Para como matricular o filho nas escolas italiana, é necessário ter em mãos a carteirinha de vacinação ao chegar na Itália é necessário levar a tradução juramentada do documento na ASL (órgão de saúde italiano). Essa tradução pode ser feita na Itália. Caso necessite nós podemos te ajudar.

Apesar de haver controvérsias sobre o pedido ou não da carteirinha de vacinas o melhor é que você esteja preparado, para que nada impeça o seu filho de estudar.

Estudar na Itália: Conheça o método Montessori

como_matricular_as_criancas_nas_escolas_italianas

Desde já, é interessante saber que o método Montessori foi criado pela italiana Maria Montessori, nascida em 1870, em Chiaravalle. De certo, o método Montessori visa libertar a verdadeira natureza da criança para que assim seja observada e compreendida.

Assim, a educação se desenvolverá com base na evolução da criança e não o contrário.

Então, o método montessoriano é mais conhecido como metodo montessori preza pela liberdade, de atividades que estimulem o desenvolvimento físico e mental das crianças.

Para Montessori, a disciplina e a liberdade tem de se equilibrar como numa balança, não é possível conquistar uma sem a outra.

O método é dividido em seis pilares:

  • Autoeducação;
  • Educação como ciência;
  • Educação Cósmica;
  • Ambiente Preparado;
  • Adulto Preparado;
  • Criança Equilibrada.

Montessori cursou o ensino técnico em engenharia, mas não finalizou o curso. Foi na Universidade de Roma que se formou em 1896, em Medicina. Foi uma das primeiras mulheres a formar-se em medicina na Itália.

Acabou direcionando sua carreira para a área de psiquiatria, onde se interessou por crianças com deficiência mental. Nesse momento, começou sua pesquisa, observação e prática que culminou no método que mudou a história da educação.

Vale lembrar que o metodo montessori nas escolas italianas não é muito abrangente. No entanto, existe em algumas escolas específicas.

É possível também como matricular o filho nas escolas italiana em escolas que oferecem o método Montessori. Contudo, a maioria delas são escolas privadas.

É, acho que agora ficou claro de como matricular o filho nas escolas italianas, não é?

viver_na_italia

Se inscreva em nosso canal no youtube

e fique sabendo de tudo sobre a Itália em primeira mão.

Total
0
Shares
0 Like
0 Tweet
0 Pin it
0 Share
0 Share
0 Like
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You May Also Like